Bons resultados na área da segurança pública em MS são reflexos dos investimentos, enfatiza Reinaldo

Bons resultados na área da segurança pública são reflexos dos investimentos em equipamentos e na capacitação dos policiais, enfatiza Reinaldo – Foto Saul Schramm

Para garantir a proteção do cidadão de bem, Mato Grosso do Sul investiu R$ 650 milhões em veículos, equipamentos, obras, ações, aparelhamento e recursos humanos na segurança pública. O montante se refere às entregas feitas desde 2015 e também aos contratos que ainda estão em fase de compra ou entrega.

E os resultados já estão em toda parte. A atuação das forças de segurança de Mato Grosso do Sul é destaque nacional pela competência na apreensão de drogas e armas que abasteceriam os grandes centros do País e pela esclarecimento de crimes, em especial os homicídios. Desde 2015, as forças policiais de Mato Grosso do Sul tiraram de circulação quase 2 mil toneladas de drogas, 507 toneladas somente em 2021 (até agosto). 

Levantamento do Instituto Sou da Paz revela que o Estado é o que mais esclarece homicídios no País, com índice de 89%. O percentual de elucidação de mortes violentas de Mato Grosso do Sul é mais que o dobro da média nacional, que é de 44%, e se iguala à taxa de resolução dos órgãos de segurança de primeiro mundo.

A pesquisa leva em consideração assassinatos cometidos no Brasil em 2018, ano em que foram registrados mais de 48 mil homicídios dolosos no país, que tenham sido resolvidos com apresentação de denúncia no mesmo ano ou até o fim de 2019.

“A segurança pública é uma das áreas de maior importância para o cidadão. Nosso foco é mais do que entregar viaturas, equipamentos e prédios, mas consolidar a estruturação da nossa força policial, que exerce um papel importante na defesa do cidadão de Mato Grosso do Sul e também no combate ao tráfico de drogas e armas que teriam como destino final os grandes centros urbanos do Brasil. Temos muito orgulho desses homens e mulheres que dedicam a vida à segurança pública”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

Para o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, esses resultados estão diretamente ligados aos investimentos feitos nas forças de segurança pelo Governo do Estado. “Além de todos os investimentos por meio do MS Mais Seguro em viaturas, equipamentos, munições e contratações, tivemos a implementação dos 11 núcleos de inteligência no interior e construções, reformas e adequações das unidades de segurança de todo o Estado. Também fazem a diferença a capacitação e dedicação dos nossos policiais e a criação do GOI (Grupo de Operações de Investigações), do OCOP (Obtenção de Capacidade Operacional Plena), dos NRIs (Núcleos Regionais de Inteligência), ALIs (Agências Locais de Inteligência) e do SIG (Setor de Investigações Gerais)”, explicou.

O Governo comprou 1.705 viaturas novas, 6.268 armas, 1,391 milhão de munições e 12.148 coletes. Investiu ainda R$ 114 milhões em obras físicas, R$ 104 milhões em equipamentos, R$ 18 milhões em mobiliário e está investindo R$ 80 milhões em aeronaves – sendo R$ 14 milhões no avião de combate a incêndios e R$ 66 milhões que estão sendo utilizados no processo de compra de um helicóptero. Somado a tudo isso, a segurança pública ganhou o reforço de 3.079 servidores entre concursados, contratados, empossados e em formação.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.