Bate-boca teve início após publicação do candidato do PSL

Os candidatos do PT e PSL à Presidência da República, Fernando Haddad e Jair Bolsonaro, respectivamente, protagonizaram nesta terça-feira (16) uma discussão no Twitter sobre um possível debate antes do segundo turno.

O bate-boca teve início quando Bolsonaro publicou uma mensagem na qual chamou Haddad de “fantoche de corrupto”, ao fazer referência a um comentário do petista sobre os erros dos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (2003-2016). Na postagem, o deputado disse que tudo não passava de uma “conversa para boi dormir”.

“Essa história de o fantoche de corrupto admitir erros do seu partido é pra boi dormir. A corrupção nos governos Lula/Dilma não era caso isolado, era regra para governar. Por isso estão presos presidente, tesoureiros, ministros, marqueteiros, etc, além de tantos outros investigados”, diz o texto.

Haddad, por sua vez, respondeu o rival e o chamou para debater seu plano de governo. “Tuitar e fazer live é fácil, deputado.

Vamos debater frente a frente, com educação, em uma enfermaria se precisar. O povo quer ver você aparecer na entrevista de emprego”, rebateu.

Nos últimos dias, Bolsonaro tem se esquivado em confirmar ou negar sua participação nos debates televisivos. Ele afirmou que, mesmo que seja liberado pelos médicos, só enfrentará Haddad “se achar que deve”. Em uma nova publicação, o candidato do PSL chamou o petista de “Andrade” e disse “quem conversa com poste é bêbado”. Além disso, fez insinuações de que ele pode ser o próximo a cumprir pena na sede da Polícia Federal. Por fim, Haddad respondeu com a imagem de uma bancada de debate vazia e reforçou que espera Bolsonaro. “Te espero aqui, deputado”, diz a publicação. A menos de duas semanas para o segundo turno da eleição presidencial, Bolsonaro lidera os votos válidos com 59%, contra 41% de Haddad.

Da AnsaFlash