“Roma”, produção da Netflix, foi outro destaque da noite

Grande vencedor foi o filme “Bohemian Rhapsody”, que conta a história de Freddie Mercury – Divulgação

O filme “Bohemian Rhapsody”, que conta a história de Freddie Mercury, vocalista do Queen, surpreendeu e foi o grande vencedor do 76º Globo de Ouro, cuja cerimônia de premiação ocorreu na noite de ontem (6).

A festa, que durou mais de três horas, premiou as melhores produções do cinema e da televisão dos Estados Unidos em 2018, reunindo dezenas de estrelas em Beverly Hills, na Califórnia.

“Bohemian Rhapsody” ficou com o prêmio de melhor filme dramático e de melhor ator, com Rami Malek. Com uma estatueta a mais, “Greeg Book – o Guia”, foi o recordista da noite e acumulou três prêmios: melhor filme cômico ou musical, melhor ator coadjuvante, com Mahershala Ali, e melhor roteiro.

Já “Roma”, do mexicano Alfonso Cuarón, levou a estatueta de melhor longa estrangeiro. A produção, exclusiva da Netflix, é uma das grandes apostas para o Oscar deste ano. Vencedor do Festival de Veneza, “Roma” gerou polêmica por ser produzido para o serviço de streaming, e não para o cinema. Na última tentativa, depois de seis temporadas, “The americans” levou seu esperado Globo de Ouro de melhor série de televisão.

A grande decepção do Globo de Ouro foi o sucesso de bilheterias “Nasce uma estrela”, que faturou troféu apenas para a música Shallow (cocriada por Lady Gaga). Outro grande perdedor foi Spike Lee, com seu Infiltrado na Klan, que perdeu nas quatro categorias as quais concorreu. Confira os vencedores: Melhor filme dramático: Bohemian Rhapsody Melhor filme cômico ou musical: Green Book: O Guia Melhor diretor: Alfonso Cuarón, “Roma” Melhor ator – drama: Rami Malek, “Bohemian Rhapsody” Melhor ator – comédia ou musical: Christian Bale, “Vice” Melhor ator coadjuvante: Mahershala Ali, “Green Book: O Guia” Melhor atriz – drama: Glenn Close, “A Esposa” Melhor atriz – comédia ou musical: Olivia Colman, “A Favorita” Melhor roteiro: Peter Farrelly, Nick Vallelonga e Brian Currie, “Green Book: O Guia” Melhor trilha sonora: Justin Hurwitz, “O Primeiro Homem” Melhor canção original: Shallow, “Nasce Uma Estrela” Melhor animação: Homem-Aranha no Aranhaverso Melhor filme estrangeiro: Roma (México).

Da AnsaFlash