Bodoquena terá novos investimentos no sistema de esgotamento sanitário

Com recursos próprios da empresa, serão investidos mais R$ 632.985,98 na execução de 1.707,84 metros de rede coletora de esgoto e 97 ligações residenciais no município.

Estação de Tratamento de Esgoto em Bodoquena – Acom/Sanesul

Localizado na região sudoeste do Estado, o município de Bodoquena conta atualmente com 89.23% da área de cobertura do sistema de esgotamento sanitário e deve atingir em breve a universalização com os novos investimentos definidos esta semana pela Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul).

No último dia 4 de abril, a diretora-presidente da companhia, Marta Rocha, e o diretor de Engenharia e Meio Ambiente da companhia, Helianey Paulo da Silva, assinaram ordem de serviços em torno de novos investimentos no município.

Com recursos próprios da empresa, serão investidos mais R$ 632.985,98 na execução de 1.707,84 metros de rede coletora de esgoto e 97 ligações residenciais no Loteamento Bandeira II, incluindo na unidade da prefeitura.

De acordo com o contrato, a empresa terá um prazo de três meses, a partir da data da assinatura da ordem de serviço, para conclusão das obras de saneamento na cidade, administrada pelo prefeito Kazu Horii, importante parceiro institucional da Sanesul.

Universalização

A estratégia do governo do Estado, por meio da Sanesul, é expandir a área de cobertura do esgoto não apenas em Bodoquena, mas nos 68 municípios atendidos pela empresa.

A ideia é que, nos próximos 10 anos, Mato Grosso do Sul entre para a história como o primeiro Estado do país a ter 100% de coleta e tratamento do esgoto sanitário, atingindo desta forma a universalização do saneamento básico”, como deseja a diretoria da Sanesul por determinação do governador Reinaldo Azambuja.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.