Blitz educativa na Marcelino Pires encerra ações do Maio Amarelo

Blitz educativa na manhã desta quarta-feira no Centro encerrou atividades do Maio Amarelo em Dourados – Foto: A. Frota
Blitz educativa na manhã desta quarta-feira no Centro encerrou atividades do Maio Amarelo em Dourados – Foto: A. Frota

A Agetran (Agência Municipal de Trânsito) encerrou nesta quarta-feira (31) as atividades do Maio Amarelo – mês de conscientização no trânsito – com ação na avenida Marcelino Pires. A blitz educativa levou informações sobre direitos e deveres no trânsito e, no final da ação, o ‘minuto de atenção’ “fechou” a via.

Durante todo o mês a campanha com a temática “Atenção pela vida” realizou atividades na área central e nos bairros, com blitz educativas, palestras em unidades escolares, universidades e empresas, exposição e tematização em pontos de cidade, entre outras.

Parcerias com instituições públicas e privadas contribuíram para que a campanha alcançasse um público ainda maior.

Carlos Fabio Selhorst, diretor-presidente da Agetran, citou que em Dourados a campanha atingiu o objetivo esperado. Ele cita que várias vertentes foram trabalhadas de forma a alcançar um público variado.

“Acredito que abordamos a conscientização da forma que esperávamos. A determinação da gestão era o trabalho com diversas idades e conseguimos isso por meio das ações em centros infantis, escolas, universidades e nas ruas, sempre com foco nas temáticas, como respeito ao pedestre, uso do cinto de segurança, respeito às regras, enfim, várias situações que continuarão sendo abordadas durante o ano”, conta.

Além de panfletos com orientações, foram distribuídos adesivos da campanha. No ‘minuto de atenção’, a avenida foi fechada e a sinalização reforçada na via. Para o diretor, foi um momento “para impactar”.

Durante o mês, 25 unidades educacionais receberam as palestras. Instituições públicas ou privadas que quiserem contar com as informações podem solicitar a ação na Agetran.

Maio Amarelo

O Maio Amarelo é um movimento internacional de mobilização e conscientização para a redução de acidentes e para um trânsito seguro em qualquer situação.

O objetivo é tornar o tema trânsito pauta diária durante todo o mês de maio e estimular, desta forma, a participação de toda a população, empresas, governos e entidades.

A escolha pelo mês de maio justifica-se por se tratar de um mês histórico para a segurança no trânsito e um marco mundial para o balanço das ações realizadas em todo o mundo. Foi no dia 11 de maio de 2011 que a ONU decretou a Década de Ações para a Segurança no Trânsito (2011-2020), que tem como meta a redução de 50% dos acidentes no Brasil e no mundo.

No Brasil, o número de mortes no trânsito é de aproximadamente 23 por 100 mil habitantes.