BB, SEBRAE, FAEMS E SEMAGRO realizam reuniões para divulgar o FCO Empresarial

Fundo está disponível e recursos orçados podem atingir R$ 1,7 bi para o Estado; basta procurar uma das agências do Banco

O Banco do Brasil (BB) em conjunto com demais federações do MS, realiza nos dias 19/3 a 26/03 reuniões de trabalho em 42 municípios do MS e disponibiliza suas agências para o recebimento de propostas para o FCO (Fundo Constitucional do Centro-Oeste). O orçamento previsto para este ano é de R$ 7,1 bilhões para os setores rural e empresarial. Somente para o Estado do Mato Grosso do Sul (MS) estão previstos R$ 1,7 bilhão, ou seja, 24% do total.

O FCO possibilita o financiamento de projetos para abertura do próprio negócio, investimentos para expansão das atividades, aquisição de estoque e até para custeio de gastos gerais relacionados à administração – aluguel, folha de pagamento, despesas com água, energia e telefone. Voltados prioritariamente a empreendedores de pequeno e médio porte, contemplam inclusive agricultores familiares por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

No Banco do Brasil as condições para financiamento são facilitadas, com amplo prazo de carência e melhores taxas de juro em relação ao mercado.

“Além de aquecer a economia na região, os recursos da linha FCO geram emprego e renda para a população, promovendo o desenvolvimento econômico e social da região Centro-Oeste. As agências do BB estão de portas abertas para receber empreendedores e suas novas propostas de custeio e investimento”, assinala Sandro Jacobsen Grando, superintendente do Banco do Brasil no Mato Grosso do Sul.

Histórico

Em 2019, a aplicação do FCO Rural e Empresarial no Estado do Mato Grosso do Sul totalizou 100% do orçamento disponível para desembolso e contratação e foram beneficiados 6.160 projetos de empresas, além de produtores rurais de todos os 79 municípios, proporcionando a geração de novas vagas de empregos diretas e indiretas em toda as regiões do MS.

Desde que foi lançado, em 1989, o FCO acumula R$ 87,9 bilhões em contratações em todo o país, com o Mato Grosso do Sul respondendo por 23,5 % desse total, o que corresponde a R$ 20,7 bilhões.