Barbosinha debate propostas com comunidade nipônica de Dourados

O candidato a prefeito de Dourados Barbosinha (coligação DEM/PSDB/ Solidariedade/PSD/Podemos/MDB/Patriota/Avante/PSB), debateu esta semana com a comunidade nipônica as propostas para reconstruir Dourados em todas as áreas, a partir de janeiro. Entretanto, o maior enfoque foi para a cultura, já que a Associação Cultural e Esportiva Nipo Brasileira de Dourados, através de seu representante Nélio Shigueru Kurimori, tem um papel fundamental para o município, principalmente quando se fala em história.

Para o candidato, “uma cidade sem cultura é uma terra sem vida, sem história”. Com o propósito de preservar a história e a cultura de Dourados, Barbosinha disse que como prefeito vai atuar em conjunto com os agentes culturais do município para trazer de volta programas bem-sucedidos do passado e criar novos projetos para atender os mais diferentes setores.

Ele lamentou o fato de o setor estar tão fragilizado, mas garantiu que vai recuperar a alegria de se produzir arte e cultura. As políticas públicas não terão cores partidárias, não serão exclusivas para grupos ou setores da sociedade, mas, sim, serão voltadas para aqueles que promovem e desfrutam da cultura como alimento para a alma.

Entre outros compromissos firmados no plano de gestão de Barbosinha estão o resgate da Festa do Peixe, da Festa Junina, dos grandes eventos do Calendário Cultural do município, ampliar a celebração do Natal, valorizando a tradição cristã e incentivando a participação de setores da sociedade organizada na programação.

Além dessas propostas, o candidato quer elaborar um calendário que contemple nossas raízes em suas diversas formas de expressão (literatura, música, fotografia, cinema, pintura e artes cênicas), por exemplo. “O nosso maior desafio será o fortalecimento da identidade cultural de Dourados, dando à cultura a atenção que ela merece do Poder Público municipal.

Carta – Barbosinha agradeceu a Colônia Japonesa pela oportunidade de se apresentar como candidato a prefeito de Dourados, e cita em uma carta entregue àquela comunidade que “quero dividir com nisseis, sanseis e demais descendentes japoneses, o sentimento de amor por Dourados. Vamos recuperar a infraestrutura, os serviços públicos e qualidade de vida da população, com segurança pública, atendimento em saúde, emprego e renda e maior cobertura da educação, incluindo o ensino integral”.

Na sequência da carta ele diz que “meu compromisso é fazer uma gestão com as pessoas – sem quaisquer tipos de discriminação. Como prefeito, a partir de 1 de janeiro de 2021, vou me inspirar na cultura e na arte nipônica para fazer cultura e esporte em todos os cantos da cidade, despertando talentos e valorizando a memória de Dourados” e segue, “governarei ouvindo as entidades sociais para oficializar um calendário de eventos atrativos, a nossa população e ao turismo, em eventos típicos das colônias de Dourados, no exemplo do Japão Fest e demais manifestações de outros povos”, finaliza.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.