Barbosinha ajuda levar asfalto para comunidade indígena na região da Missão Caiuá

O deputado estadual Barbosinha (DEM-MS) – Assessoria

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) marcou para às 14 horas do dia 20 a realização da licitação, do tipo Menor Preço, nos termos da Lei 8.666 (Lei das Licitações) para a contratação da execução das obra de infraestrutura urbana, incluindo a pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais do acesso à Perimetral Norte (via de acesso ao Hospital Evangélico da Missão Caiuá e Aldeia Jaguapiru), no município de Dourados.

A medida atende solicitação encaminhada, em setembro de 2018, ao governador Reinaldo Azambuja, com cópias ao secretário de Infraestrutura do Estado na época, Helianey da Silva e à prefeita Délia Razuk, pelo deputado estadual Barbosinha (DEM-MS), da viabilização de recursos para realizar obras de drenagem e pavimentação asfáltica do trecho entre a primeira rotatória do anel viário, sentido Fátima do Sul, que dá acesso ao Hospital Porta da Esperança, a Maternidade e a Escola da Missão Caiuá.

Barbosinha lembrou, à época, que a falta de pavimentação asfáltica provoca situação de poeira em dias secos e lama na época das chuvas, afetando diretamente, inclusive quanto às questões de saúde, a população indígena daquela região e demais usuários do treco. “Trata-se de uma obra que proporcionará melhoria na qualidade de vida dos moradores daquela localidade, beneficiando cerca de 16.000 pessoas”, justificou o deputado ao lembrar que a obra atende anseio antigo da comunidade douradense, mas sobretudo da população indígena do município.

Com esse investimento agora confirmado pela Agesul, através do diretor-presidente Luis Roberto Martins de Araújo, “levando o asfalto da Perimetral até o Hospital Porta da Esperança, a Maternidade e a Escola da Missão Caiuá (Escola Municipal Francisco Meirelles), 870 alunos passam a ser beneficiados diretamente”, observa o deputado. Barbosinha considerou, ao apresentar a indicação em 2018, manifestação de um dos dirigentes da Mantenedora da Missão Caiuá, o agrônomo Maurício Rodrigues Peralta, a quem também cumprimentou agora “por essa vitória”.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui