A Polícia Militar de Dourados divulga os resultados das ações de prevenção e repressão nos primeiros 234 dias de 2017.

O Comando do 3º Batalhão da Polícia Militar de Dourados, adotando uma filosofia de efetividade nas ações de polícia ostensiva preventiva e não somente de uma polícia reativa, focando seu trabalho apenas nos atendimentos de ocorrência e das denúncias através do 190, tem atuado em todas as áreas da cidade de Dourados e também nos municípios de Caarapó, Douradina, Itaporã e Laguna Carapã, implementando operações policiais de cunho exclusivamente de blitz, arrastão e saturação, visando aumentar a sensação de segurança a comunidade Sul-mato-grossense que reside e trabalha nessa região do estado.

Um dos números mais importantes na análise da efetividade dessas ações é a captura de elementos nocivos a sociedade que estão em situação de foragidos da justiça, sendo que a saturação do policiamento ostensivo, aliado a abordagens técnicas e vocacionadas a inibir ações criminosas na área atendida pelo 3º BPM, efetivamente tem tirado de circulação vários criminosos que estariam nessa situação.

Somente nos primeiros 234 dias do ano, ou seja, de 01 de janeiro até a presente data, somaram-se 296 mandados de prisão cumpridos, sendo que neste mesmo período foram autuadas em flagrante nas delegacias da região 630 pessoas e ainda o encaminhamento de 1.041 pessoas que respondem por crimes através do TCO – Termo Circunstanciado de ocorrência.

A média de flagrantes realizados diariamente por policiais do 3º BPM é de quase 3 pessoas por dia; já a média diária de encaminhamentos para TCO é de aproximadamente 4,5 e as média de capturas de foragidos é superior a 1 por dia.

A abordagem policial é a principal ferramenta usada pelos policiais para prevenir ações criminais em Dourados e região, tendo o comando proporcionado a todos os integrantes do 3º BPM, através do corpo de oficiais que compõem o Estado Maior da unidade, instruções como tiro policial; técnicas avançadas de abordagem; moto-patrulhamento; rádio patrulhamento; policiamento tático; técnicas de controle de distúrbio civil; técnicas de policiamento de choque; policiamento com cães; policiamento especializado em repressão a infrações e crimes de transito; condicionamento físico militar e policiamento comunitário.

O Tenente Coronel Carlos Silva, que é o comandante da Policia Militar de Dourados, afirma que capacitação de cada um dos policiais militares da unidade, garante um atendimento melhor e de maior qualidade a nossa comunidade.

“Nós temos cuidado da nossa tropa que é o bem mais precioso que temos em nossa corporação e, na medida do possível, até pelo regime de escala que cumprimos, qualificamos através de instruções a cada policial, para que possam prestar um serviço de excelência a comunidade douradense, uma vez que o investimento logístico através de novas e modernas viaturas, coletes balísticos e armamento já foram feitos pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública – SEJUSP, na pessoa Secretario Barbosinha.”

Os resultados das ações são bastante satisfatórios e deverão ser continuadas.

“Continuaremos as ações preventivas e a qualificação dos nossos policiais, visando garantir uma maior efetividade na presença policial e com isso uma maior sensação de segurança”, conclui o comandante.