O Boeing 737-8 MAX era novo e foi fornecido à Ethiopian Airlines em meados de novembro de 2018, informou a agência AP – Divulgação/Boeing

Um Boeing 737 da Ethiopian Airlines caiu na manhã de hoje (10) pouco depois de decolar de Addis Abeba, capital da Etiópia. Segundo a companhia aérea, havia 149 passageiros e oito tripulantes a bordo do vôo que ia para Nairóbi, no Quênia.

O voo ET 302 caiu perto da cidade de Bishoftu, ou Debre Zeit, cerca de 50 quilômetros ao sul da capital Addis Abeba. A estimativa é que caiu minutos depois de decolar.

“Não há sobreviventes a bordo do voo que transportava passageiros de 33 países”, informou a emissora estatal etíope EBC.

O primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed Ali, lamentou o acidente. “Em nome do governo e povo da Etiópia, gostaria de expressar as mais sentidas condolências às famílias que perderam seus entes queridos na Ethiopian Airlines Boeing 737 em um vôo regular para Nairóbi, Quênia nesta manhã”, escreveu na rede social Twitter.

Em 2010, ocorreu o último grande acidente envolvendo um avião da Ethiopian Airlines. Um Boeing 737-800 explodiu depois de decolar de Beirute, no Líbano, matando 83 passageiros e sete tripulantes.

Da Agência Brasil com informações da DW, agência pública de notícias da Alemanha