Atuação da FIEMS ajudou a garantir a marca de 2 milhões de vacinados contra a covid-19 em MS

Para Sérgio Longen, os números são animadores e resultam do esforço coletivo para que toda a nossa população esteja vacinada

Mato Grosso do Sul celebrou na manhã desta segunda-feira, dia 12, a marca de 2 milhões de doses da vacina contra a covid-19 aplicadas na população. O evento comemorativo ocorreu no Pavilhão de Exposições Albano Franco, com a presença do presidente da FIEMS (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul), Sérgio Longen; do governador Reinaldo Azambuja; do presidente da Assembleia Legislativa Paulo Corrêa; do secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende; do diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes; do secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho; o secretário titular da Semagro, Jaime Verruck; e da vice-prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes.

Para Sérgio Longen, a data é marcante e indica o avanço para que Mato Grosso do Sul atinja a imunidade coletiva por meio da vacina até o mês de agosto. “Os números são animadores e resultam do esforço coletivo para que toda a nossa população esteja vacinada. Essa é uma data histórica. Estamos nos destacando e vamos manter a parceria do governo, que está apoiando os pequenos empresários com diversas medidas, entre elas a isenção do ICMS até 31 de dezembro. E nós, da iniciativa privada, vamos continuar a atuação para garantir o gesto vacinal com o trabalho do Movimento Unidos pela Vacina, desenvolvido em parceria com a Energisa”.

Movimento Unidos pela vacina ajuda a reduzir barreiras para a imunização coletiva

O movimento, explicou o diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes, coloca Mato Grosso do Sul como destaque nacional na parceria entre a iniciativa privada com as instituições públicas. Trabalho que, segundo o secretário municipal de Saúde de Campo Grande, José Mauro Filho, foi fundamental para ajudar não só no acesso à vacinação, mas na conscientização da população em relação à gravidade da pandemia da covid-19. “Estamos comemorando a aplicação de mais de 2 milhões de doses de vacina contra a covid-19 no Estado e esperamos rapidamente retomar o reencontro com as famílias, bem como a economia. Também estamos cientes de que a doença não está sob controle, que ainda precisamos manter o distanciamento, usar álcool em gel e vacinar. Por isso agradecemos o esforço coletivo e a participação do setor do produtivo e da indústria, representada pelo presidente Sérgio Longen”.

Esforço que também foi motivo de agradecimento para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, que apresentou números animadores em relação à pandemia em Mato Grosso do Sul. “Estamos atingindo a marca de 70% de pessoas vacinadas com a primeira dose e 35% com a segunda dose. É um quadro que mudou radicalmente entre o dia 1.º de junho e 1.º de julho. Nós estamos também celebrando o fato de, após 60 dias, registrarmos mortes abaixo dos dois dígitos. Tivemos nove óbitos nas últimas 24 horas, mas sonhamos com zero. Nós também saímos da média móvel de 2 mil casos por dia para 600”.

Após aumento da vacinação, MS registrou queda de internações por covid-19

Ainda segundo o secretário Geraldo Resende, as internações de pacientes adoecidos pela covid-19 caíram de 1.339 para 600, também na comparação entre 1º de junho e 1º de julho. “E estamos atuando para reduzir ainda mais esse quadro. Por isso, esperamos chegar ao fim de agosto com 80% da população vacinada com a primeira dose e 60% com a segunda dose. “O trabalho coletivo tem sido muito importante para chegarmos a essas marcas e para sermos reconhecidos em todo o País que somos o Estado que mais vacina. E o que eu quero dizer é muito obrigada a você Sérgio Longen. Obrigada porque vocês, com a Energisa, no movimento Unidos pela Vacina, foram fundamentais. As empresas foram muito generosas para ajudar com a vacinação da nossa população”.

Com a manutenção das parcerias e o trabalho do governo do Estado, a expectativa é de que a marca de 100% de vacinados seja atingida mais rapidamente, avaliou o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Paulo Corrêa. Já o governador Reinaldo Azambuja, que também agradeceu ao empenho da FIEMS para combater a pandemia, recordou as ações do Sistema para manter o funcionamento da economia. “A nossa palavra é gratidão pela parceria. Hoje chegamos à marca de 2,34 milhões de doses aplicadas e isso é fruto de uma corrente de solidariedade. O trabalho da FIEMS foi fundamental também com o auxílio às empresas a implantação de protocolos de biossegurança, evitando que, como ocorreu em outros países e estados, não tivéssemos que fechar totalmente nossos estabelecimentos”.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.