Atlético-MG empata com Chapecoense em casa e cai para o quinto lugar do Brasileirão

O Atlético-MG viu a sua sequência de cinco vitórias consecutivas na temporada chegar ao fim. Na noite desta segunda-feira, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, o Galo ficou apenas no empate de 1 a 1 com a Chapecoense, em casa. Tchê Tchê abriu o placar para os mandantes, mas Ravanelli deixou tudo igual.

Com o resultado, o Alvinegro caiu para o quinto lugar, com dez pontos. Já o Verdão foi a três pontos e subiu para a 16ª colocação.

Os dois times voltam a campo na próxima quinta-feira, às 19 horas (de Brasília), pela sexta rodada. Os mineiros visitam o Ceará, enquanto os catarinenses recebem o Internacional.

O jogo – A primeira etapa foi agitada no Mineirão. Com apenas um minuto, Fernandinho saiu cara a cara com Everson e tentou o drible, mas o goleiro se atirou nos pés do meia e ficou com a bola. Com o susto, os anfitriões cresceram. Aos nove, Hulk ganhou da marcação no jogo de corpo e emendou uma bomba por cima. Já aos 19,  Hyoran recebeu bom passe do atacante dentro da área e finalizou com força, porém pelo lado.

A Chape, por sua vez, voltou a assustar aos 22. Fernandinho arrancou pela esquerda e cruzou na medida para Anselmo Ramon, que, livre dentro da área, finalizou de para fora.

E o tento perdido custou caro. Isso porque, no lance seguinte, o Galo abriu o placar. Tchê Tchê recebeu na entrada da área e bateu no cantinho de João Paulo, que não pôde fazer nada para evitar o gol. Aos 37, quase saiu o segundo, em arremate de Hulk que explodiu no travessão.

Na volta do intervalo, o Alvinegro seguiu apertando em busca de mais um tento. Com menos de um minuto, Hulk finalizou de primeira após cruzamento de Arana e obrigou o goleiro a fazer grande intervenção. Aos 17, Keno foi acionado pela esquerda e bateu cruzado. O atacante até balançou as redes, mas pelo lado de fora.

Do outro lado, os visitantes responderam aos 23. Depois de cobrança de escanteio, Fernandinho aproveitou a sobra e arrematou da entrada da área. A bola pegou no pé da trave e rolou quase em cima da linha. Já com 34 minutos, saiu o empate. Fernandinho foi derrubado na área por Allan, e o árbitro, após consultar o VAR, sinalizou pênalti. Na cobrança, Ravanelli converteu.

Nos minutos finais, o Atlético partiu para uma presão em busca de um gol salvador, mas não foi o suficiente para tirar a igualdade do placar.

Ficha técnica
Atlético-MG 1 X 1 Chapecoense

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 21 de junho de 2021, segunda-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques
Assistentes: Rafael Trombeta e Victor Hugo Imazu dos Santos
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Cartões amarelos: Hulk (Atlético-MG); Ignácio (Chapecoense)

GOLS: Tchê Tchê, aos 24 dos 1ºT (Atlético-MG); Ravanelli, aos 34 do 2ºT (Ravanelli)

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Gabriel, Réver e Guilherme Arana; Allan, Tchê Tchê (Calebe) e Jair (Zaracho); Hyoran (Echaporã), Hulk e Keno (Sasha).
Técnico: Cuca

CHAPECOENSE: João Paulo; Matheus Ribeiro, Ignácio, Felipe Santana e Derlan; Guedes (Bruno Silva), Lima, Anderson Leite, Ravanelli e Fernandinho; Anselmo Ramon (Perotti).
Técnico: Jair Ventura

Da Gazeta Esportiva

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.