Asumas e Banco do Brasil estudam projeto para geração de energia nas granjas

Em comitiva liderada pelo deputado estadual Renato Câmara, representantes do agronegócio sul-mato-grossense, reuniram-se com lideranças do Banco do Brasil, em Brasília, com a finalidade de propor a execução de projetos para a geração de energia em estabelecimentos rurais. A Asumas – Associação Sul-mato-grossense de Suinocultores, em parceria com a entidade financeira, desenvolverá alternativas para autossuficiência energéticas das granjas do estado.

“Unimos ao banco com a finalidade de democratizar o acesso à produção de energia fotovoltaica e por meio de motores geradores biogás, que se utilizam dos próprios dejetos suínos. Essa é uma demanda dos suinocultores do estado, que têm a capacidade da produção própria de energia, mas necessita de convênios que incentive e facilite o processo”, explica o presidente da Asumas, Alessandro Boigues.

Na reunião com representantes do Banco do Brasil, em Brasília, participaram o diretor de agronegócio Antônio Chiarello; o gerente-executivo de agronegócios, Álvaro Tosetto, além do representante da Copasul – Cooperativa Agrícola Sul-mato-grossense, José Antônio Meirelles Flores e o vice-Presidente do Silems – Sindicato das Indústrias e Laticínios de Mato Grosso do Sul, Paulo Fernando Pereira Barbosa.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.