Comediante é culpado de drogar e estuprar Andrea Constand – Foto: Epa

O Tribunal de Montgomery, na Pensilvânia, condenou nesta terça-feira (25) o comediante norte-americano Bill Cosby, 81 anos, a uma pena de três a 10 anos de detenção em prisão estadual por agressões sexuais.

e acordo com a sentença do juiz Steven O’Neill, o ator foi classificado como um “predador sexual violento”, o que significa que ele precisará receber aconselhamento vitalício, além de ter o nome listado no registro de agressores sexuais do país.

Durante a audiência, o ator se recusou a fazer declarações. No entanto, seu advogado de defesa garantiu que a idade e a cegueira de Cosby significam que ele não é uma ameaça e, portanto, poderia permanecer em prisão domiciliar. Em 2017, o ator já tinha comparecido a um julgamento sobre o estupro, que foi suspenso após o júri não ter chegado a uma decisão. A condenação por três crimes – penetração sem consentimento, penetração com vítima inconsciente e penetração após uso de intoxicantes – só foi divulgada no dia 26 de abril deste ano.

Cosby foi considerado culpado de drogar e estuprar Andrea Constand, funcionária da Universidade Temple, em sua casa, 14 anos atrás. Apesar de ter sido condenado por um caso isolado, o comediante já foi acusado por cerca de 50 mulheres de episódios similares ao ocorrido em 2004, envolvendo substâncias químicas e assédio.

Da AnsaFlash