Ao final haverá a inauguração da Sala “Prof. Arassuay Gomes de Castro” da ASL

Ruberval Cunha, poeta repentista – Divulgação

Acontecerá na próxima noite de 31/10, última quinta-feira deste mês, a partir das 19h30, o evento cultural “Chá Acadêmico” da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, a mais representativa entidade literária do Estado, cuja moderna sede é situada na rua 14 de Julho nº 4653 – Altos do São Francisco, Campo Grande.

Sempre apresentando uma concisa palestra neste evento mensal aberto, a Academia programou uma imperdível pauta para esta edição e, assim, convidou o poeta e repentista Ruberval Cunha, que explanará sobre o sugestivo tema: “Encontros para a poesia – um depoimento literário” e, em interação com o público, ilustrará tudo com performances especiais do seu conhecido “Improviso Guaicuru”. Haverá também, na abertura, uma pauta artística especialmente elaborada: declamação com Aloizio Soares, e música com o intérprete e violonista Reginaldo Sans.  Outra atração especial do evento será a participação de Roseléia Valadão, artista plástica, poeta e  professora, que desenvolve trabalhos no campo da pintura e ressignificação de objetos cotidianos, e que pintará um quadro temático ao vivo (no palco da ASL) durante a programação.

O palestrante convidado –  com 30 anos de atuação no mercado cultural, pós-graduado em Gestão de Projetos pela Universidade Anhanguera, formado em Letras pela UFMS, Ruberval Cunha é o criador do “Improviso Guaicuru” – modalidade que agrega técnicas teatrais, linguagem poética, aspectos musicais e participação direta do público, em performances do repente, e que  vem ganhando espaço em aberturas de eventos, exposições e palestras show. Palestrante, ator, poeta repentista e Gestor de Educação e Segurança de Trânsito, já exerceu o cargo de Presidente da União Brasileira de Escritores/seccional MS, atuou como Conselheiro no Conselho Estadual de Cultura/MS  e Conselho Municipal de Cultura de Campo Grande. Como poeta e declamador é tricampeão da Noite Nacional de Poesia. Com atendimento personalizado, atende empresas privadas e instituições públicas, com palestras e apresentações culturais diversificadas.  Apontado por muitos como um dos principais nomes da poesia oral de Mato Grosso do Sul e do país, Ruberval coleciona significativos elogios à sua arte: registrados na voz de grandes nomes da cultura nacional, como: Adélia Prado, Wally Salomão, Nélida Piñon, Thiago de Mello e Affonso Romano de Sant’Anna, entre outros, em eventos da Noite Nacional da Poesia. Segundo Joaquim Moncks, escritor, advogado e conferencista gaúcho, Ruberval Cunha é um Gênio da Oralidade.

De acordo com Ruberval, “a sua atuação neste encontro proporcionado pelo Chá da ASL será também uma viagem multifacetada com a presença de elementos da linguagem literária oral e personagens culturais que possuem papel relevante na sua história e visão como artista, nomes regionais e nacionais como Elpídio Reis (ex-presidente da ASL), Arassuay Gomes de Castro, Papi Neto, Rachid Salomão, Manoel de Barros, Américo Calheiros,  Rubenio Marcelo, Iolete Moreira, Wally Salomão e Joaquim Moncks, entre outros”.

Para o presidente da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, Henrique Alberto de Medeiros Filho, “Como o artista Ruberval Cunha agrega com desenvoltura técnicas teatrais, discurso poético, elementos musicais e traz o público para a cena, temos uma efetiva democratização e popularização da palavra literária; é um passeio envolvente entre rimas e histórias”. Ainda segundo Medeiros, “abordar os diferentes estilos literários e vertentes artísticas é um dos objetivos da Academia Sul-Mato-Grossense, e é uma satisfação receber este mestre premiado no universo da poesia”.

Já o Secretário-Geral da ASL, escritor Rubenio Marcelo, criador da nomenclatura que batizou de “Improviso Guaicuru” o original repente performático de Ruberval Cunha, esclarece que, “como sabemos, a teoria literária abrange embasamentos em  áreas diversas como a linguística, a filosofia, a psicologia e a sociologia. Neste caso, disciplinas que se conectam e se harmonizam na linguagem oral única do poeta convidado, conferindo sua identidade de sujeito-leitor-escritor”.

Sala “Prof. Arassuay Gomes de Castro” – também na pauta desta edição comemorativa, que celebrará o aniversário de 48 anos de fundação da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras (30/10/1971 – 30/10/2019), está a inauguração solene da Sala “Prof. Arassuay Gomes de Castro” nas dependências da instituição. Autor de várias obras, o Professor Arassuay (1926, Cuiabá-MT – 2005, Campo Grande-MS) foi membro e presidente da ASL. Era graduado em línguas neolatinas pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (Lorena/SP). No ano de 1956, em Campo Grande, casou-se com Maria José Carvalho, com quem teve três filhos: Jair (médico), Jary (engenheiro civil) e Flávio (administrador). Lecionou latim e português no Colégio Osvaldo Cruz e no Ginásio Barão do Rio Branco (onde foi diretor).

A ASL – Fundada em 30 de outubro de 1971, com a denominação de Academia de Letras e História de Campo Grande, a atual Academia Sul-Mato-Grossense de Letras registra, ao longo da sua existência, a defesa do vernáculo e o cultivo da arte literária, zelando e incentivando todas as vertentes artísticas e derivações da cultura nacional e estadual. Integrando um dos tradicionais programas da entidade, o evento aberto ‘Chá Acadêmico da ASL’ acontece a cada última quinta-feira de cada mês, sempre apresentando um convidado de destaque. A participação é gratuita.

Serviço: Chá Acadêmico da ASL

“Encontros para a poesia – um depoimento literário” e Improviso Guaicuru, com Ruberval Cunha

31 de outubro/2019, às 19h30

Auditório da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras – Rua 14 de Julho, nº 4653, Altos do São Francisco – Campo Grande-MS

Entrada franca.