Uma acentuada queda da temperatura está prevista para o Mato Grosso do Sul. De quarta-feira, 8, até o fim de semana de Páscoa, a população irá sentir o vento frio de origem polar sobre o estado. As madrugadas entre quarta-feira, 8, e o sábado, 11 de abril, serão frias em grande parte de Mato Grosso do Sul, e as tardes ficam amenas, sem o calor intenso que vem sendo observado nos últimos dias.

Em Campo Grande, a madrugada desta quarta pode ser a mais fria do ano. A mínima prevista é de 16°C e o recorde atua de menor temperatura em 2020 é de 16,6°C em 4 de abril.

Na região de Corumbá, norte do Mato Grosso do Sul, em Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal, o dia começa com sol, mas a partir da tarde as condições são favoráveis a formação de nuvens e as pancadas de chuva de moderada a forte intensidade com raios e rajadas de vento. Na região de Vera (MT) e em Brasília, a chuva já pode ocorrer pela manhã.

Na quinta-feira, uma mudança na circulação dos ventos ajuda a espalhar muitas áreas de instabilidades sobre o centro-norte de Mato Grosso, Distrito Federal e o norte de Goiás. Nestas áreas, o tempo fica instável com condições para chuva a qualquer hora do dia. Em Goiânia, Rio Verde, Rondonópolis e Cuiabá, o sol aparece e a partir da tarde por causa do tempo quente e úmido ocorrem pancadas de chuva isoladas com raios e ventania.

No Mato Grosso do Sul, a presença do ar seco e frio inibe a formação de nuvens de chuva. A madrugada ainda será fria no estado com temperaturas abaixo de 15°C, mas no decorrer do dia o sol aparece.

Assembleia_Mais ALEMS