Após dez dias de manifestação, caminhoneiros liberam rodovias em MS

Os caminhoneiros protestaram no Estado por dez dias pela redução do preço do diesel – Foto: Eliel Oliveira

Após o governo federal ceder e concordar com as exigências dos caminhoneiros, a greve chegou ao fim e não há mais pontos de manifestação em rodovias federais nem estaduais de Mato Grosso do Sul, informa a PRF.

Os caminhoneiros protestaram no Estado por dez dias pela redução do preço do diesel.

Devido a quantidade de carretas e caminhões envolvidos na manifestação, e a desmobilização ser intensa, não haverá restrições para tráfego nesta quinta-feira, informa a CCR MSVia.

A desmobilização começou na manhã desta quarta-feira. Um dos líderes da greve em Dourados, o ‘Bigode’, através dos microfones da 92,1, agradeceu o povo do município pelo apoio à manifestação, dizendo que a classe estava satisfeita com o movimento, mostrando a força que tem.

A greve perdeu força depois que o governo federal concordou em promover reduções no preço do diesel, tanto a partir da Petrobras como por meio de desonerações.

O governador Reinaldo Azambuja também anunciou o corte na alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do diesel de 17% para 12%, desde que a paralisação fosse encerrada e os postos se comprometessem a permitir que a queda no imposto se refletisse nas bombas.