Aneel mantém cobrança mais cara na conta de luz em julho

Tarifa extra é de R$ 5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu manter bandeira vermelha de nível 2 no mês de julho, tarifa mais alta de conta de luz. A medida teve como base a “manutenção das condições hidrológicas desfavoráveis e a tendência de redução no nível de armazenamento dos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional”. Com isso, os consumidores têm um adicional de R$ 5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Em junho, a cobrança adicional foi provocada pelo fim do período chuvoso e a diminuição do volume dos reservatórios das usinas hidrelétricas. Tais situações ambientais aumentaram o risco hidrológico (GSF) e o preço da energia no mercado de curto prazo (PLD). Essas duas métricas são as que definem as bandeiras tarifárias a serem utilizadas, de acordo com a agência. Apesar da previsão de manter a tarifa no patamar amarelo, ela foi ajustada para o vermelho no mês passado.

Em maio, vigorou a bandeira tarifária amarela, quando há o acréscimo de R$ 1 na conta de energia a cada 100 kWh consumidos, enquanto nos quatro primeiros meses do ano a bandeira utilizada foi a verde, quando não há cobrança extra.

Como funciona o sistema

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para indicar para os consumidores os custos reais da geração de energia elétrica por meio das cores verde, amarelo e vermelho (patamar 1 e 2). No patamar 1, o adicional na conta de luz é de R$ 3 a cada 100 kWh; já no patamar 2 o valor extra sobe para R$ 5.

Como economizar

Em virtude dessas cobranças extras, a Aneel apresentou algumas dicas para o consumidor que deseja economizar na conta de luz no final do mês. No caso de chuveiros elétricos, a sugestão é tomar banhos mais curtos e em temperatura morna ou fria. O ar condicionado também pode ser um eletrodoméstico que consome bastante energia. Portanto, a indicação é utilizá-lo com menos frequência. Quando estiver em uso, não deixe janelas ou portas abertas e mantenha o filtro limpo do aparelho, para que ele funcione com máxima eficiência e não provoque problemas respiratórios.

Outras dicas dadas pela agência são deixar a porta da geladeira aberta só o tempo que for necessário e não armazenar alimentos quentes no refrigerador. Além disso, você pode juntar roupas para lavar e secá-las de uma só vez.