Apresentação do protótipo foi feita na manhã desta quinta-feira (16) na sala de reuniões do gabinete da prefeita – Foto: A. Frota

Com a proposta de criar um canal de cooperação do cidadão com a administração pública municipal, alunos do curso técnico de Informática para a Internet do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) em Dourados desenvolvem um aplicativo para celular e a apresentação do protótipo foi feita na manhã desta quinta-feira (16) na sala de reuniões do gabinete da prefeita Délia Razuk pelos alunos e professor responsável.

Denominado SOS Dourados o “aplicativo sócio-participativo para desenvolvimento da cidade” foi desenvolvido pelos alunos Lucas Zaurísio da Silva e João Paulo Premuli de Souza, tendo como orientador o professor Rodrigo Sanches Devigo, como parte de uma parceria firmada para utilização dos conhecimentos empregados e do ambiente de estudo na elaboração das ferramentas.

A apresentação aconteceu na presença dos secretários Patrícia Donzeli Bulcão (Governo) e Upiran Gonçalves (Educação) e dos diretores da Fundação de Esportes de Dourados, Jânio Cesar Amaro, da Agência Municipal de Transporte e Trânsito, Carlos Fábio, além do comandante da Guarda Municipal, Silvio Reginaldo Peres e do diretor do IFMS Dourados Carlos Vinicius Figueiredo.

Os alunos explicaram o funcionamento do aplicativo e tiveram sugestões dos participantes. Em geral, o aplicativo poderá ser baixado por qualquer cidadão que tenha celular com sistema operacional compatível que, depois de cadastro de acesso, terá condições de relatar problemas, sugerir tapa-buracos, troca de lâmpadas e de sinalização, limpeza de áreas públicas e outros, além de poder fazer denúncias de vandalismo, queimadas e muito mais.

Segundo o professor Rodrigo Sanches, a principal meta é dar ao cidadão um canal direto com a administração e proporcionar à Prefeitura de Dourados uma visão mais abrangente e direta sobre os principais problemas e solicitações. “Não é um canal de reclamação, mas de relatórios. O cidadão relata o problema e tem a certeza que este chegou a quem de fato pode fazer algo a respeito. Evita-se, assim, ruídos de comunicação, aproveitadores do quanto pior melhor, e tem-se uma ferramenta muito bacana”, explicou.

A secretária de Governo, Patrícia Donzeli Bulcão, que representou a prefeita Délia Razuk na reunião, destacou a importância da ferramenta no gerenciamento de demandas. “Com este aplicativo e a participação consciente dos cidadãos temos a possibilidade de melhorar o planejamento para ações organizadas. Sempre que temos os relatos buscamos resolver e temos apenas enfrentado uma demanda muito grande, mas sem deixar de atender”, disse.

O curso de Informática para a Internet é ministrado para alunos do ensino médio de escolas da região. “O foco deste curso que tem nesta a primeira turma é promover boas saídas para as demandas da comunidade”, disse Carlos Vinicius, diretor do IFMS.

Além do aplicativo SOS Dourados, os alunos apresentaram ainda projetos que podem cooperar com a administração pública, como um aplicativo que mostra as áreas esportivas com atividades em Dourados, ou ainda, um projeto que permite mapear as áreas com maior incidência de denúncias de furto, roubos, acidentes e outros, no campo da segurança pública.