Alunos da Escola do Sesi da Capital apresentam robótica educacional a acadêmicos da Uniderp

A convite da Uniderp, alunos da Escola do Sesi de Campo Grande ministraram, na noite desta terça-feira (24/10), uma oficina de robótica para acadêmicos dos cursos de Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Ciência da Computação, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Tecnologia em Redes de Computadores. A “aula” foi realizada durante a “1ª Semana de Engenharias e Tecnologias, promovida no campus da universidade, na Capital.

Com os alunos Lucas Vinícius Xavier, do 7° ano do Ensino Fundamental, Augusto Nantes e Nikoulas Mastroianys, do 8 º ano do Ensino Fundamental, Juliany Centurião, da 1ª série do Ensino Médio, e Pedro Henrique Moreira, da 2ª série do Ensino Médio, o time de robótica da Escola do Sesi da Capital, Lego Jedi, apresentou na prática para os universitários como os conceitos de programação são aplicados no ensino básico de matemática e outras disciplinas.

Outros olhos

Augusto, por exemplo, saiu da oficina com a convicção de que, assim como ele passou a ter interesse por robótica e programação, os acadêmicos da Uniderp também passaram a olhar a área com outros, considerada essencial para o mercado de trabalho no futuro, com outros olhos.

“Com este convite para fazermos a oficina, interagimos com alunos dos cursos de Engenharia e pudemos ensinar, ao mesmo tempo que aprendemos. Eles nunca tinham tido contato com um robô antes e acredito que essa experiência possivelmente vai fazer com que eles tenham interesse em ir por esta área, assim como nós tivemos quando vimos robótica pela primeira vez na Escola do Sesi”, disse.

Acadêmicos

Para os acadêmicos, ficou a experiência de conhecer o poder transformador da robótica na educação básica. “Foi uma troca de experiência muito positiva. Apesar de os alunos do Sesi ainda frequentarem a educação básica, mostraram ter uma longa bagagem em competições, e de conhecimento na área de robótica e programação, e que para nós ainda é um pouco mais superficial”, considerou Fernando Valente, estudante do curso de Engenharia Elétrica.

Kátia Tavares, que também cursa Engenharia Elétrica, destacou a troca de informações com alunos mais jovens. “Essa interação entre alunos da educação básica e da graduação proporcionou uma troca de informações entre os mais jovens e mais velhos, e os dois lados saíram ganhando”, concluiu.

Robótica na escola

A robótica faz parte da grade curricular dos alunos da rede de escolas do Sesi e é aplicada nas aulas de diversas disciplinas, tornando natural o aprendizado de programação e conceitos de pensamento computacional desde muito cedo. “Iniciativas tecnológicas como essa vêm surgindo de forma cada vez mais intensa, instigando a criança a pensar e exercer seu protagonismo criativo”, analisou a professora de Matemática da Escola do Sesi de Campo Grande, Daniela Oliveira dos Santos, que é mestranda em Educação Matemática da UFMS.

Ela acrescenta que a programação, robótica e pensamento computacional são as novas tendências educacionais para desenvolver habilidades dos futuros profissionais. “Estamos entrando na 4ª Revolução Industrial, a era da Indústria 4,0, que traz consigo big data, internet das coisas, inteligência artificial, trabalho em rede e a comunicação onipresente”, analisou Daniela dos Santos, completando que o aluno que recebe uma educação baseada nestes conceitos tem um diferencial muito grande e sai à frente.