Alan Guedes pede fiscalização e patrulhamento de trânsito em escolas localizadas na região central

As melhorias seria uma medida para reduzir a velocidade dos veículos no local e evitar acidentes - Foto: Eder Gonçalves
As melhorias seria uma medida para reduzir a velocidade dos veículos no local e evitar acidentes – Foto: Eder Gonçalves

Diante do grande fluxo de veículos e circulação de pessoas em horários de entrada e saída de aula em escolas localizadas na região central de Dourados, como a escola municipal Joaquim Murtinho, Abigail Borralho, Presbiteriana Erasmo Braga e Imaculada Conceição entre outras, o vereador Alan Guedes (DEM), solicitou a prefeitura de Dourados, para que sejam intensificadas a fiscalização e o patrulhamento do trânsito na região. De acordo com o vereador o objetivo é retomar a criação da faixa escolar.

“Nos horários de entrada e saída dos alunos o movimento de pessoas e trânsito na redondeza das escolas é muito intenso. A presença da Guarda Municipal seria indispensável para garantir a segurança das pessoas, bem como realizar a fiscalização no trânsito, de modo a evitar que ocorram acidentes”, enfatizou Alan.

O vereador requereu ainda a revitalização, melhoria na sinalização horizontal e vertical de trânsito de atenção no entorno da escola Imaculada Conceição e a possibilidade de um agente de trânsito para orientação e organização do tráfego. Alan solicitou também a instalação de redutor de velocidade no modelo traffic calming, com plataformas elevadas na Rua Firmino Vieira de Matos em frente do portão de acesso à escola.

“A melhoria na sinalização de trânsito é um anseio dos pais, alunos e professores da escola. A instalação do traffic calming seria uma medida para reduzir a velocidade dos veículos no local, de modo a garantir a segurança dos pedestres gerando mais segurança na travessia da via”, explicou.

Tapa-buraco

Durante a sessão ordinária, realizada na Câmara de Dourados, nesta segunda- feira (19), Alan cobrou mais agilidade na operação tapa-buraco realizada no município e lamentou a morte de duas mulheres vítimas de acidente de trânsito, que podem ter ocorrido devido às más condições de algumas ruas da cidade.

“É necessário que todos nós agentes públicos assumamos a nossa parcela de responsabilidade no sentido de que essa situação chegou ficou insustentável. A perda dessas duas vidas é a representação fatídica de que algo precisa ser mudado imediatamente”, pontuou o vereador.