Foi preso na tarde desta terça-feira, 26, num trabalho do SIG de Dourados e Polícia Civil em Sidrolândia, Edson Aparecido, acusado de matar com um tiro na cabeça sua ex-esposa, Yara Macedo dos Santos. O crime aconteceu na tarde desta segunda-feira em Dourados.

Segundo o Delegado Dr. Rudolfo Daltro, chefe do SIG, ele enviou uma equipe à Sidrolândia buscar o foragido, e outra equipe foi em busca da arma, que estaria em Dourados.

O caso

Edson é acusado de haver matado com um tiro na cabeça sua ex-esposa Yara Macedo dos Santos. De acordo com relatos do filho do casal, adolescente de 14 anos, ele e a mãe seguiam pela região quando Edson se aproximou e começou a desferir socos contra Yara.

Em seguida, ele teria sacado a arma e efetuado o disparo.

Yara acabou atingida com um tiro na cabeça e foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e encaminhada ao HV ainda com vida, porém, a equipe médica constatou o óbito próximo das 19h.

Deputado Zé Teixeira