Academia Sul-Mato-Grossense de Letras elege dois novos imortais

Em assembleia geral realizada na tarde desta quarta-feira 20, na sede da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, e coordenada pelo presidente acadêmico Reginaldo Alves de Araújo, a ASL – conforme o seu estatuto e de acordo com recente edital de abertura de vagas – elegeu dois novos membros efetivos: Oswaldo Barbosa de Almeida e Pedro Chaves dos Santos Filho.

Eleito com 19 votos, Oswaldo Almeida ocupará a Cadeira nº 3 (que pertenceu a Heliophar de Almeida Serra e tem como patrono Ulisses Serra); e Pedro Chaves – que recebeu 16 votos – assumirá a titularidade da Cadeira nº 19, anteriormente ocupada pela escritora e professora Maria da Glória Sá Rosa, e é patroneada por João Guimarães Rosa. Regularmente inscritos, ambos foram escolhidos através da votação geral dos acadêmicos, que um a um colocaram seu voto na urna e, ao final, a equipe de escrutinadores (presidida pelo acadêmico Reginaldo Araújo) procedeu à contagem dos votos, proclamando o resultado oficial. Os dois novos imortais serão agora diplomados e empossados, em data a ser marcada, na mais alta e representativa entidade literária do Estado. Além dos dois eleitos, também disputou uma das cadeiras a poeta escritora Sylvia Odinei Cesco, que obteve 3 votos.

Os dois novos imortaiseleitos: residente em Campo Grande,Oswaldo Barbosa de Almeidaé escritor e advogado. Filiado à União Brasileira de Escritores (UBE-MS), é autor dos livros:“Memórias e outras histórias”e“Sobre Corujas e outras espécies”(este aprovado pelo FIC-MS). Escreve regularmente para oJornal Correio do Estado, colaborando com artigos e crônicas para a página “Opinião” (totalizando já mais de duzentos textos autorais publicados).Pedro Chavesé educador, senador da república, palestrante, articulista e escritor, autor do livro“Vencendo Desafios”(obra autobiográfica com 276 págs) e centenas de pronunciamentos e palestras (materiais compendiados em volumes editados). É membro do Instituto Histórico e Geográfico de MS, Conselheiro do Instituto Sul-Mato-Grossense de Ensino Superior, diplomado em Economia (pela Unicamp), possui curso de formação educacional universitária na Universidade de Michigan-USA. É doutor Honoris Causa pelo Centro Universitário de Brasília. Reside em Campo Grande.

A ASL– com 40 cadeiras vitalícias, a Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, que foi fundada no dia 30 de outubro de 1971, integra a história do Estado e mantém ao longo da sua existência uma atuação marcante voltada para a defesa do vernáculo e o cultivo da arte literária, zelando e incentivando todas as derivações da cultura nacional e estadual. Possui sua nova sede situada na Rua 14 de Julho nº 4715 (Campo Grande).