I Seminário da Agricultura Familiar abriu espaço para os pequenos agricultores debaterem a atividade e se capacitarem em busca de aprimoramento da produção

Mesa Redonda discute associações e cooperativas na Agricultura familiar – Divulgação

Pela primeira vez, a 55ª Expoagro abriu espaço em sua programação para um seminário sobre agricultura familiar. Pensando sempre em oferecer uma programação vasta e informativa, o Sindicato Rural de Dourados este ano oportunizou este debate junto aos órgãos da área, como Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Família) e Governo do Estado. Promovida pelo Sindicato Rural de Dourados, a 55ª Expoagro segue até domingo (19) no Parque de Exposições João Humberto de Carvalho.

O I Seminário da Agricultura Familiar contou com a participação de muitos agricultores de Dourados e região, que puderam debater os desafios do dia-a-dia do campo com profissionais da área. Carlos Banci, que é extensionista rural, palestrou sobre os cenários e desafios da agricultura familiar e a importância do associativismo e corporativismo.

“Existem agricultores de maior e menor porte, e todos eles são importantes para a cadeia produtiva. Eles se complementam”, disse ele. “O grande agricultor se dedica à soja e milho, mas ele precisa do pequeno para fornecer leite e verduras. No entanto, entre eles há uma grande diferença de capacidade econômica. Por isso, debates como este são para a gente capacitar os menos favorecidos para que eles possam enfrentar este desafio de sobreviver. É fundamental que todas as feiras tenham este espaço, porque a agricultura familiar é importante para o país”, completou.

Após a palestra, foram debatidas as questões envolvendo associações e cooperativas da agricultura familiar em uma mesa redonda, debate que contou com a participação intensa do público presente. “A vantagem da agricultura familiar é a diversificação e isso é muito importante para o desenvolvimento do município, da sociedade local e regional. Quando se tem uma oportunidade de debater este assunto com ênfase no cooperativismo e no associativismo, é gratificante. Acreditamos que este é o caminho para o fortalecimento da agricultura familiar, através destes sistemas”, comentou o gerente de Desenvolvimento Agrário e Abastecimento (Agraer-MS), Araquem Ibrahim Midon. Ele também ressaltou que o evento foi só uma “sementinha” e que o resultado do seminário virá, com certeza, em forma de desenvolvimento para a região.

Ao longo da 55ª Expoagro foram programadas mais de 80 palestras em diversas áreas do agro e muitas acontecem de forma simultânea na feira. Toda a programação técnica é gratuita e termina nesta sexta-feira (17), mas ainda dá tempo de participar.

Para esse último dia de palestras, o cronograma inclui dia de campo com oficinas nas áreas da piscicultura, produção de leite e hortifruti, assim como palestras do 3º Ciclo “Direito e Agronegócio” e o 3º Fórum de desenvolvimento da Suinocultura do MS.

Os visitantes da Feira também podem acompanhar o julgamento de raças, leilões e visitar os estandes e a exposição de animais.

Sobre a Expoagro

A 55ª Expoagro é realizada pelo Sindicato Rural de Dourados em parceria com Daniel Freitas e João Paulo Paz e é organizada pela Agropec Eventos.

A feira conta com o patrocínio do Sicredi, São Bento Incorporadora, Senar, Unigran, Hotel 10, Ibis Hotel, Governo do Estado, Prefeitura de Dourados, Aced, Senar e Famasul.

Ingressos e passaportes

Ingressos e passaportes

Os ingressos e passaportes para os shows podem ser adquiridos pelos sites expoagrodourados.com.br e ingressonacional.com.br

Siga a Expoagro nas redes sociais: Instagram: @expoagrodouradosoficial e facebook.com/expoagrodouradosoficial