Capacitação serviu para a atualização dos conhecimentos já adquiridos e atualização dos agentes – Divulgação DISEI-MS
Capacitação serviu para a atualização dos conhecimentos já adquiridos e atualização dos agentes – Divulgação DISEI-MS

A Saúde começa pelo saneamento. Sem água tratada e condições de saneamento ambiental amplo não existe saúde plena

Encerrou no dia 24 de novembro a última capacitação de 2017 de Agentes Indígenas de Saúde e supervisores de saneamento realizado na cidade de Miranda. Esse último grupo contou com 23 agentes e supervisores e foi ministrado pelos profissionais do Serviço de Edificações e Saneamento Ambiental Indígena (SESANI) do Distrito Sanitário Indígena de Mato Grosso do Sul (DSEI-MS).

A equipe é formada por biólogos, geólogos e engenheiros das diversas áreas e visa proporcionar qualidade de vida, em apoio aos Agentes Indígenas de Saúde que prestam atenção básica.

O Sesani leva saúde às comunidades e, talvez, o setor de maior relevância. Aldeias têm peculiaridades, cortar raízes, estender tubulações por vezes por quilômetros. Fazer as nascentes produtivas e puras.

A capacitação serviu para a atualização dos conhecimentos já adquiridos e atualização dos agentes.

A saúde indígena está mantendo especial atenção da atual supervisão. Sob o comando da atual gestão, por Edmilson Canale e supervisão do chefe da Sesani, José Teixeira, cumpre-se mais do que propaga a nossa Constituição, exerce um trabalho humanístico.